Agência de Notícias AhlulBayt

Busca : ABNA
segunda-feira

20 maio 2024

14:33:49
1459804

Hezbollah libanês presta homenagem ao martirizado presidente iraniano

O Hezbollah apresentou as suas sinceras condolências à República Islâmica do Irã, ao seu povo e às suas autoridades pelo martírio do Presidente Ebrahim Raisi.

A nota acrescenta que o presidente martirizado foi um protetor dos movimentos da Resistência e dos seus combatentes em todas as responsabilidades que assumiu, e foi um servidor leal e sincero do amado povo do Irão e do majestoso sistema da República Islâmica, e um fiel aliado do honrado líder da Revolução Islâmica, Ayatollah Seyed Ali Khamenei, e foi uma grande esperança para todos os oprimidos e desfavorecidos.
A nota acrescenta que o presidente martirizado foi um protetor dos movimentos da Resistência e dos seus combatentes em todas as responsabilidades que assumiu, e foi um servidor leal e sincero do amado povo do Irã e do majestoso sistema da República Islâmica, e um fiel aliado do honrado líder da Revolução Islâmica, Ayatollah Seyed Ali Khamenei, e foi uma grande esperança para todos os oprimidos e desfavorecidos.
O Hezbollah libanês também prestou homenagem ao Ministro dos Negócios Estrangeiros persa Hosein Amir Abdolahian, afirmando que Amir Abdolahian "era um ministro presente, ativo, abnegado e um porta-estandarte em todos os fóruns políticos e diplomáticos do mundo, um amante dos movimentos da Resistência e dedicado ao seu apoio e defesa".
O Presidente da República encerra a sua mensagem com o desejo de que "a República Islâmica, os seus dirigentes e o seu povo possam ultrapassar esta provação com uma bela paciência e uma firme determinação em prosseguir o caminho do fundador da Revolução Islâmica, o Imã Khomeini (que descanse em paz) e de todos os mártires".
No domingo, Raisi deslocou-se à província iraniana do Azerbaijão Oriental, no noroeste do Irã, para inaugurar uma barragem com o seu homólogo azerbaijanês, Ilham Aliyev. No regresso à capital da província, Tabriz, o seu helicóptero despenhou-se devido às más condições climatéricas.
Após horas de buscas difíceis, o vice-presidente do Irã confirmou na manhã de segunda-feira o martírio de todos os ocupantes do helicóptero: O Presidente Raisi, o Ministro dos Negócios Estrangeiros Hosein Amir Abdolahian, o governador da província do Azerbaijão Oriental, no noroeste do Irã, Malek Rahmati, o imã das orações de sexta-feira em Tabriz (capital da província), Seyed Mohamad Ali Ale Hashem, bem como o General Seyed Mehdi Mousavi, comandante da unidade de proteção do Presidente, e vários guardas e membros da tripulação.

....................
308