Agência de Notícias AhlulBayt

Busca : ابنا
segunda-feira

21 novembro 2022

20:10:31
1325227

Irã lançará satélite Nahid no espaço

O ministro das Comunicações e Tecnologia da Informação do Irã, Issa Zarepour, revelou planos para lançar o satélite nacional “Nahid” em órbita em um futuro próximo.

Falando à agência de notícias iraniana Tasnim, Zarepour informou que estão em andamento os esforços para enviar o satélite ao espaço no atual ano iraniano, que termina em 20 de março de 2023.

Questionado sobre a situação do satélite iraniano Khayyam, lançado em órbita por um foguete russo Soyuz em agosto, o ministro disse que o satélite está operando normalmente.

"Suas imagens estão sendo recebidas e o Ministério das Comunicações e Tecnologia da Informação está interagindo com as organizações que precisam das imagens", disse ele.

Issa Zarepour observou que a Agência Espacial Iraniana inaugurou o maior e mais avançado centro de imagens espaciais do país há algumas semanas, que recebe e processa as imagens de satélite feitas por Khayyam.

Sobre a cooperação com a Rússia na indústria espacial, Zarepour disse que Teerã e Moscou continuarão em estreita interação definindo projetos conjuntos por quatro anos, acrescentando que a segunda, terceira e quarta versões do satélite Khayyam serão fabricadas em colaboração entre os dois países.

Teerã sublinha que o projeto de satélites, igual às suas atividades nucleares, tem como objetivo a pesquisa científica e outras aplicações civis, enquanto os países ocidentais, particularmente em Washington, declaram que a tecnologia pode ser usada para construir mísseis de longo alcance.

Os EUA têm procurado incluir a questão dos supostos mísseis de longo alcance em um novo acordo nuclear, ou Plano de Ação Conjunto Global (JCPOA, na sigla em inglês), que procura assegurar que o país persa não desenvolva bombas nucleares, em troca do alívio de sanções. A posição é rejeitada pelo Irã, que vê as questões como não tendo ligação uma a outra.

Além disso, para Washington, a reação de Teerã aos protestos violentos antigovernamentais, e, para o governo iraniano, o apoio americano a eles, deverão dificultar o processo de regresso ao JCPOA.

De acordo com a IRNA, a série de satélites, que inclui os dispositivos já construídos, é considerada a mais moderna da indústria espacial iraniana, desenvolvida com objetivos de telecomunicações e mensuração de radiação espacial.


.................

308